Itália cria lei para fazer eventos em homenagem a Da Vinci e Dante

Com isso, comissões nacionais serão criadas para celebrar aniversários

Morte de Da Vinci completará 500 anos em 2019 (foto: ANSA)
21:30, 27 SetROMA ZGT

(ANSA) - O Senado da Itália aprovou nesta terça-feira (26), de maneira definitiva, o projeto de lei que criará três comissões nacionais para organizar as celebrações dos 500 anos da morte dos gênios Leonardo da Vinci e Raffaello Sanzio e dos 700 anos da morte de Dante Alighieri.

A medida foi aprovada por 149 votos favoráveis e 34 abstenções no plenário e, como não foram feitas modificações no texto enviado pela Câmara dos Deputados, segue para sanção. O projeto foi criado para evitar que as celebrações de três dos maiores gênios da história da Itália fossem fragmentadas e sem um coordenação conjunta.

"Será fundamental, do ponto de vista logístico, assegurar a interação e a colaboração entre o Estado e os entes locais, seja para a elaboração dos programas gerais da celebração, seja para a promoção das atividades realizadas - de maneira que poderemos oferecer às iniciativas as corretas sinergias com os territórios historicamente e culturalmente ligados à vida e à obra de Raffaello, Leonardo e Dante", disse a senadora do PD, Josefa Idem.

Agora, serão criados três comitês para gerir os eventos de cada uma das celebrações: Da Vinci, em 2019, Raffaello, em 2020, e Dante, em 2021. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA