FBI encontra quadro roubado de Chagall após 30 anos

"Otelo e Desdêmona" havia sido furtado de um casal em 1988

"Otelo e Desdêmona" ilustra os personagens da peça homônima de William Shakeaspeare, que gira em torno de racismo, amor, ciúme e traição; (foto: ANSA)
21:08, 13 AbrNOVA YORK ZLR

(ANSA) - Um quadro do pintor surrealista russo-francês Marc Chagall roubado 30 anos atrás foi encontrado pelo FBI.

A obra "Otelo e Desdêmona", pintada em 1911, pertencia ao casal Ernest e Rose Heller e estava exposta em seu apartamento em Nova York até 1988, quando foi furtada.

A tela estava em uma caixa armazenada em um celeiro de Maryland. O dono tentou vendê-la no ano passado, mas o comprador suspeitou da pintura, pois ela não tinha documentação, e acionou a polícia federal norte-americana.

Ainda que o quadro tenha sido identificado em 2017, o anúncio foi feito quando a autenticidade da obra foi provada.

"Otelo e Desdêmona" ilustra os personagens da peça homônima de William Shakeaspeare, que gira em torno de racismo, amor, ciúme e traição. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA