Casos de suicídios nos EUA aumentaram após '13 Reasons Why'

Estudo sobre série da Netflix foi publicado nesta terça (30)

Casos de suicídios nos EUA aumentaram após ’13 Reasons Why’
Casos de suicídios nos EUA aumentaram após ’13 Reasons Why’ (foto: Foto / Divulgação )
13:28, 30 AbrROMA ZCC

(ANSA) - Um estudo revelou que o número de suicídios cometidos por jovens norte-americanos, entre 10 e 17 anos de idade, registrou aumento um mês depois que a série "13 Reasons Why", na qual uma jovem se suicida, estreou na Netflix, em março de 2017.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (30) no jornal da Academia Americana de Psiquiatria Infantil e Adolescente e informam que desde o início da primeira temporada da trama ocorreu um crescimento da quantidade de jovens que tiraram suas próprias vidas.

Pesquisadores do Hospital Infantil Nationwide em Columbus, Ohio, analisaram os números sobre suicídio entre janeiro de 2013 e dezembro de 2017.

A série, no entanto, começou a ser exibida no dia 31 de março de 2017. No mês seguinte, segundo os estudiosos, a taxa de suicídio nesta faixa etária foi a mais alta dos últimos cinco anos, com um aumento de 30% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Ao todo, 190 jovens morreram nos Estados Unidos na época.

Além disso, nos nove meses seguintes à exibição de "13 Reasons Why", ocorreu um total de 195 suicídios a mais do que o previsto.

A pesquisa não pode provar que haja uma correlação direta entre a série e os suicídios, mas é possível que esta seja uma das causas.

"Os criadores da série retrataram intencionalmente o suicídio da protagonista. É uma representação muito explícita da morte por suicídio, o que pode desencadear um comportamento suicida", diz Jeff Bridge, o principal autor do estudo.

Em comunicado, citado pelo jornal New York Times, a Netflix anunciou que está analisando os dados. "Acabamos de ver o estudo, que tem resultados diferentes de outra pesquisa da Universidade da Pensilvânia, e estamos examinando-o. É um argumento de importância crítica e nós trabalhamos duro para tratá-lo com responsabilidade".

Entrevistando jovens de 18 a 29 anos, os pesquisadores da Pensilvânia não encontraram alterações nas taxas de suicídio. Segundo o estudo, os maiores de 18 anos que assistiram a temporada completa de "13 Reasons Why" teriam menos probabilidade de reportar pensamentos suicidas do que os que não viram a série.

"13 Reasons Why" narra a história de uma adolescente que deixa 13 gravações nas quais ela descreve os motivos os quais a levaram a cometer suicídio. A segunda temporada da série foi lançada em maio de 2018 e uma terceira teria sido encomendada pela Netflix. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA