Filme brasileiro vence mostra 'Um Certo Olhar' em Cannes

"Vida invisível de Eurídice Gusmão" é dirigido por Karim Aïnouz

Júlia Stockler, Karim Aïnouz e Carol Duarte no Festival de Cannes
Júlia Stockler, Karim Aïnouz e Carol Duarte no Festival de Cannes (foto: EPA)
17:25, 24 MaiSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O longa brasileiro "A vida invisível de Eurídice Gusmão", de Karim Aïnouz, conquistou nesta sexta-feira (24) o principal prêmio da mostra "Un Certain Regard" ("Um Certo Olhar", em tradução livre), no Festival de Cinema de Cannes.

Criada em 1978, a seleção é a principal competição paralela à disputa pela Palma de Ouro, o troféu mais cobiçado do festival. "A vida invisível de Eurídice Gusmão" é estrelado por nomes como Carol Duarte, Fernanda Montenegro, Júlia Stockler e Gregório Duvivier e inspirado no romance homônimo da escritora Martha Batalha.

O longa conta a história de duas irmãs cariocas que veem seus sonhos esbarrarem na sociedade patriarcal e machista dos anos 1950. "Estou muito orgulhoso em representar o Brasil, estamos passando por um momento muito difícil de intolerância", disse Aïnouz. É a primeira vez que o cinema brasileiro conquista o prêmio principal da mostra Un Certain Regard.

O país ainda está na disputa pela Palma de Ouro com "Bacurau", de Kleber Mendonça e Juliano Dornelles, e "O Traidor", do italiano Marco Bellocchio e estrelado por Maria Fernanda Cândido.

A mostra Un Certain Regard ainda premiou o russo Kantemir Balagov, de "Beanpole", como melhor diretor; e a italiana Chiara Mastroianni, de "Chambre 212", como melhor interpretação. Já "Liberté", do espanhol Albert Serra, ficou com o prêmio especial do júri, e "O que arde", do francês Oliver Laxe, com o prêmio do júri. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA