Ferrari F40 pega fogo e fica destruída em Mônaco

Incêndio iniciou na traseira do histórico carro da marca italian

Ferrari F40 pega fogo e fica destruída em Mônaco
Ferrari F40 pega fogo e fica destruída em Mônaco (foto: Reprodução/Twitter)
16:09, 19 FevSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - Um modelo F40, da Ferrari, considerado por muitos o "pai" dos supercarros, ficou destruído após ter pegado fogo nesta quarta-feira (19) em Montecarlo, no Principado de Mônaco.

Tudo aconteceu por volta das 16h (horário local), quando o histórico carro da marca italiana pegou fogo no meio da rua. O incêndio teria começado na parte de trás do veículo, onde fica o motor. As autoridades estão investigando as causas que teriam originado as chamas.

O motorista do F40 e outro passageiro conseguiram sair do carro sem ferimentos. O único dano sofrido foi material, pois mais de 1,5 milhão de euros se transformaram em fumaça.

Os homens do Corpo de Bombeiros impediram que o incêndio se espalhasse também para os carros estacionados nas proximidades. No entanto, eles não conseguiram impedir que o F40 ficasse completamente destruído.

O F40 foi o último carro a ser aprovado pessoalmente por Enzo Ferrari e foi criado para celebrar os 40 anos da marca italiana. Sua produção efetiva começou em julho de 1988 e foi até 1992.

O veículo foi um marco nos anos 1980, atingindo números surpreendentes para a época. O F40 era capaz de alcançar 324 km/h, acelerar de 0 a 100 km/h em pouco mais de quatro segundos e percorrer um quilômetro em 21 segundos.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA