Museu do Louvre e Torre Eiffel são fechados por coronavírus

Monumentos não funcionarão até 'nova ordem' do governo francês

Monumentos não funcionarão até 'nova ordem' do governo francês (foto: EPA)
17:57, 13 MarPARIS ZCC

(ANSA) - Após o governo da França proibir aglomerações de mais de 100 pessoas pelo país na tentativa de conter a propagação do novo coronavírus (Sars-Cov-2), o Museu do Louvre, o Palácio de Versalhes e a Torre Eiffel foram forçados a fechar por tempo indeterminado.

"A ideia é garantir que possamos retardar a progressão e a circulação do vírus", explicou o primeiro-ministro Edouard Philippe, ressaltando que a medida deve ser aplicada imediatamente.

Em comunicado, o Museu do Louvre, em Paris, informou que fechará as portas a partir das 18h (horário local) desta sexta-feira até "nova ordem".

Além disso, a exposição "De Donatello a Michelangelo - esculturas da Renascença Italiana", que deveria ser inaugurada no dia 6 de maio, com a colaboração do Castello Sforzesco em Milão, foi adiada.

Já a Torre Eiffel será fechada a partir das 21h (horário local) desta noite devido à epidemia de Covid-19, relatou a empresa que administra o monumento, expressando a esperança de "poder reabrir muito rapidamente, quando a situação de saúde permitir".

Ao mesmo tempo, o Palácio de Versalhes determinou a mesma medida. No entanto, os cidadãos que quiserem visitar o local ainda poderão desfrutar de seus jardins e parque.

Hoje cedo, o ministério da Cultura da França pediu para todos os locais sob sua supervisão para limitar as atividades ou fechar ao público por causa da epidemia de coronavírus. Até o momento, segundo o último balanço divulgado, o país registrou 3.661 casos da doença e 79 mortos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA