Artistas e cientistas lançam apelo contra volta à normalidade

Pedido quer repensar consumo excessivo e estilo de vida mundial

Paolo Sorrentino também assinou o manifesto publicado no jornal 'Le Monde'
Paolo Sorrentino também assinou o manifesto publicado no jornal 'Le Monde' (foto: ANSA)
11:04, 07 MaiROMA ZGT

(ANSA) - Cerca de 200 artistas e cientistas de todo o mundo - incluindo Paolo Sorrentino, Monica Bellucci, Madonna e Robert de Niro - publicaram um manifesto contra o que chamaram de "volta à normalidade" no mundo pós-pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

"Nos parece inimaginável 'voltar à normalidade'. [...] A pandemia da Covid-19 é uma tragédia, mas esta crise tem a virtude de nos convidar a enfrentar as questões essenciais. O balanço é simples, pois os 'ajustes' já não são suficientes. O problema é sistêmico", escreveram no documento publicado pelo jornal francês "Le Monde".

Para os artistas e os especialistas, é preciso uma "transformação radical" no sistema contra o consumismo desenfreado, que causa muitos problemas em todos os âmbitos.

"A catástrofe ecológica em curso faz parte de uma 'meta-crise' porque o consumismo nos levou a negar a própria vida: a dos vegetais, a dos animais e aquela de um grande número de humanos. A poluição, o aquecimento e a destruição dos espaços naturais levam o mundo a um ponto de ruptura", diz ainda o texto.

O pedido é que "dirigentes e cidadãos" consigam "sair da lógica insustentável que ainda prevalece, para trabalhar em um profunda refundação dos objetivos, dos valores e das economias". Uma "transformação radical se impõe em todos os níveis", mas ela não conseguirá existir "sem o compromisso maciço e determinado" porque é uma "questão de sobrevivência, além de dignidade e coerência".

A iniciativa foi lançada pela atriz francesa Juliette Binoche e pelo astrofísico Aurélien Barrau. Além deles, também firmaram a carta Jane Fonda, Ricky Martin, Isabella Rossellini, Paolo Conte, Barbra Streisand, Olivia Wilde, Ricardo Darín, Pedro Almodóvar, Cate Blanchett, Penélope Cruz, Iggy Pop, entre outros. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA