Pompeia reabrirá suas portas ao público a partir de 26/5

A reabertura do parque arqueológico será dividida em duas fases

As pessoas poderão acessar algumas casas com grandes espaços e descobrir novidades durante a 1ª fase
As pessoas poderão acessar algumas casas com grandes espaços e descobrir novidades durante a 1ª fase (foto: ANSA)
14:28, 23 MaiNÁPOLES ZRS

(ANSA) - O Parque Arqueológico de Pompeia, na região da Campânia, na Itália, reabrirá suas portas ao público a partir desta terça-feira (26). Além disso, o reinício das atividades no local será dividido em duas fases.

Na primeira, que começa no dia 26 de maio, os visitantes poderão realizar um passeio pelas ruas da histórica cidade. No entanto, o público deverá respeitar uma rota pré-estabelecida pelo sítio arqueológico, respeitando os horários e as medidas de distanciamento impostas pelo Ministério da Saúde.

As pessoas poderão acessar algumas casas com grandes espaços e descobrir algumas novidades, como o Domus di Cornelio Rufo, que tem um belo peristilo (um jardim com colunatas).

O ingresso nesta primeira fase terá um preço de cinco euros (cerca de R$ 30) e estará disponível exclusivamente através do site www.ticketone.it. O horário de funcionamento do parque será das 9h às 19h e o último grupo de visitantes entrará no local às 17h30.

No momento da compra, o visitante poderá escolher o horário de entrada, agendado a cada 15 minutos para um máximo de 40 pessoas por turno. O ingresso deve ser mostrado na entrada, diretamente no smartphone ou tablet (Qrcode) ou já impresso.

Uma segunda fase será iniciada a partir do dia 9 de junho, com dois itinerários acessíveis pelas entradas da Porta Marina e da Piazza Anfiteatro. Na oportunidade, o parque contará com o apoio da tecnologia para organizar e monitorar o fluxo de pessoas.

Os visitantes serão submetidos, na chegada, à medição da temperatura por meio de um medidor e terão que usar máscara durante todo o passeio, além de respeitar a distância física de um metro ao ar livre e 1,5 metro dentro de locais fechados.

Segundo dados do Ministério dos Bens Culturais da Itália (Mibact), Pompeia recebeu 3,9 milhões de pessoas em 2019 e foi o terceiro museu mais visitado do país, atrás somente do Parque Arqueológico do Coliseu, em Roma, e das Gallerie degli Uffizi, em Florença.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA