Chefe traz cozinha da Lombardia para o Terraço Itália

Preços do cardápio são os mais caros da "settimana"

O chefe Roberto Cerea está no restaurante Terraço Itália
O chefe Roberto Cerea está no restaurante Terraço Itália (foto: Ansa)
21:25, 30 OutSÃO PAULO ZAR

(ANSA) - O amor pela gastronomia do chefe Roberto Cerea vem de cedo. Nascido na cozinha do restaurante dos seus pais, o Da Vittorio, no centro da cidade de Bérgamo, o italiano de 42 anos agora comanda o mesmo estabelecimento com a ajuda de seu irmão, Enrico.

 


    Com uma culinária tradicional da região da Lombardia e uns toques pessoais, Bobo, como é chamado por amigos próximos, transformou a cantina da família em um dos locais mais requisitados da Itália.

 


    Por isso, Cerea foi escolhido para ser o representante da Lombardia na 4ª Settimana della Cucina Regionale Italiana, onde, até este sábado (31), 20 chefes de todas as regiões do país europeu estarão em São Paulo comandando restaurantes da capital paulista e servindo um menu próprio e exclusivo.

 


    O renomado cozinheiro ficou encarregado do Terraço Itália, no centro. Em seu cardápio, as opções de entrada são cubos crocantes de carne suína com molho agridoce e salada mista ou ovo cozido com creme de cogumelos porcini e queijo taleggio.

 


    Para o primeiro prato, o chefe propõe massa recheada com abóbora, amaretti, mostrada de fruta picante, mantega e sálvia ou risoto de açafrão com ragù de ossobuco. Já para o segundo prato, pode-se escolher entre filé de lombo suíno moído com queijo grana padano com pancetta, sálvia e cebolinhas servido com polenta e bochecha de vitelo empanada e cozida com ervas aromáticas e legumes acompanhada de creme de batatas.

 


    E na sobremesa, as opções são torta de baunilha com pedaços de frutas cristalizadas ou creme de caramelo com compota de frutas vermelhas. O preço por pessoa para o almoço é de R$ 154 e para o jantar é de R$ 180, os valores mais caros de toda a "settimana".

 


    Em entrevista à ANSA, Cerea falou sobre a influência de povos que um dia se estabeleceram na Lombardia na gastronomia local e afirmou que o Brasil está em um período de crescimento da sua culinária.

 


    ANSA: Qual a peculiaridade da gastronomia italiana? O que a caracteriza?

 

Cerea: O símbolo que distingue a cozinha italiana em respeito a outras culinárias é, sem dúvidas, a presença dos primeiros pratos; das massas aos risotos, dos nhoques ao raviólis e tantas outras coisas além dessas. O que mais a caracteriza é a regionalidade, a variedade e a qualidade dos produtos que valorizam o resultado do prato feito na cozinha.

 


    ANSA: Quais os principais elementos da cozinha da Lombardia?

 

Cerea: A cozinha lombarda, em geral, é ligada aos produtos agrícolas disponíveis em função dos seus recursos naturais; peixes de água doce, produtos lácteos, carne bovina e suína, arroz e milho.

 


    Sobre os tipos de cozimento, estes produtos têm recebido influências de diversos povos que já se estabeleceram na Lombardia, dos austríacos, espanhóis, franceses e, mais no passado, dos celtas e romanos.

 

A cozinha lombarda é caracterizada por longos tempos de cozimento com molhos para acompanhar a polenta, pelas massas frescas com recheios e pelo uso de manteiga e lardo [tipo de gordura do porco] mais do que de azeite.

 


    ANSA: E quais os ingredientes típicos da região?

 

Cerea: Os ingredientes são muitos e de ótima qualidade. [São] queijos, salames e, da terra, ervas, milho, acelga, batata, abóbora e vários outros. Acredito que a presença da manteiga em tantas receitas lombardas seja o produto mais utilizado.

 


    ANSA: Você já esteve no Brasil? O que pensa sobre a gastronomia local?

 

Cerea: Estive algumas vezes no Brasil e acredito que ele seja um país em forte crescimento gastronômico. E a cozinha varia tanto quanto a italiana, com uma mistura de três culturas principais: a protuguesa, a indígena e a dos escravos africanos. Aqui é uma terra que fornece muitos produtos, que podem variar da terra ao mar em relação à carne e ao peixe.

 


    Informações: http://www.settimanacucinaitaliana.com.br/

De 24 a 31 de outubro

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA