Emília-Romanha, a casa do presunto Parma e da “bolonhesa”

Região tem a gastronomia como um de seus principais pontos turísticos

16:48, 09 FevEmília-Romanha zbf

(ANSA) - Considerada por muitos a região que tem as melhores comidas da Itália, a Emília-Romanha, no norte do país, leva a gastronomia como sua principal atração turística.

Grande exportadora de bebidas e alimentos, a cozinha local produz diversos pratos com massas caseiras, carnes e queijos.

Como também é banhado pelo Mar Adriático, é possível comer na Emília-Romanha diversos pratos com peixes e frutos do mar.

A cidade de Modena, além de ser a terra natal da Ferrari, é conhecida por produzir um famoso ingrediente italiano que é bem popular nas mesas dos brasileiros: o vinagre balsâmico. O que o diferencia dos vinagres comuns é a forma de sua produção, já que o balsâmico é feito à base de uvas brancas, e os comuns, de vinho tinto ou branco.

Já Bolonha, a capital da região, é conhecida por sua tradicional mortadela. Além disso, são feitos na cidade diversas massas, como a lasanha verde e os tortellini. Mas o que fica na cabeça, é o tão famoso molho "à bolonhesa", que pouco tem a ver com a receita italiana.

Na Emília-Romanha, cada família tem sua maneira de preparar o molho. A carne pode ser um blend bovino e suíno, selada na manteiga com cenoura e banhada por vinho branco. Por mim, o molho ainda leva leite ou creme de leite.

Entre outras principais comidas da região, que também são conhecidas ao redor do mundo, estão os presuntos de Parma e o culatello de Zibello. O queijo parmesão da pequena cidade de Reggio Emilia também é muito popular.

Em uma visita à região, não deixe de provar uma das comidas de ruas mais difundidas por lá: a piadina, um pão fino, similar ao pão sírio, com coberturas que vão de frios a queijos e verduras.

* Informações contidas no livro "Itália: Para Comer e Beber Bem", lançado em 2017 por Gerardo Landulfo e Juscelino Pereira.
(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en