Pesto genovês é uma das delícias gastronômicas da Ligúria

Voltada para o mar Mediterrâneo, região promove festival de pescado

Frinata feita de farinha de grão-de-bico e assada no forno (foto: Ansa)
16:33, 09 FevLigúria zbf

(ANSA) - A região da Ligúria, no norte da Itália, é popular por suas belas paisagens naturais. No entanto, a gastronomia local é também destaque e chama atenção por seu vasto cardápio de peixes.
Toda a região é voltada para o mar Mediterrâneo, e essa estreita relação com a costa influenciou a gastronomia local, que possui seus pratos baseados em frutos do mar e peixes.

Os deliciosos pratos marítimos são celebrados no Festival do Peixe, que ocorre no começo de maio, na cidade de Camogli. Durante três dias, toneladas de peixes são fritos em uma panela de quase quatro metros diâmetro e distribuídas gratuitamente no centro da cidade.

A maior façanha da culinária da Ligúria é o famoso pesto genovês, um dos maiores símbolos não só da cidade de Gênova, mas de toda Itália.O que dá origem ao tão consumido pesto genovês é o famoso manjericão da região, que é esmagado com pinoli e colocado em óleo de oliva. Por sim, acrescenta-se os queijos Pecorino e Parmigiano Reggiano.

Outro destaque da cozinha da Ligúria são as massas, que são consumidas em larga escala, e cujas tradicionais são a trofie e trenette, feitas na própria região.Para os amantes de uma boa focaccia, a Ligúria não é uma má ideia no roteiro. Na cidade de Recco, é prepara uma das melhores focaccia da região, a "al formaggio", feita com queijos cremosos dos tipos stracchino e crescenza.

Outra cidade da Ligúria, Savona, possui a farinata, que é uma adpatação da focaccia, feita de farinha de grão-de-bico e assada no forno. A massa da focaccia é utilizada também na província de San Remo, na pizza all'andrea e na sardenaira, com aliches, tomate, cebolas e azeitonas.Apesar de ser feito em pequena escala, o azeite lígure é exportado e consumido em toda a Itália. Feito com as azeitonas taggiasca e lavagnina, o processo de produção é manual e, por isso, tão limitado.

* Informações contidas no livro "Itália: Para Comer e Beber Bem", lançado em 2017 por Gerardo Landulfo e Juscelino Pereira.
(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en