Empresas apostam em 'brasilidade' no Salão do Móvel de Milão

Marcas do Brasil participarão do maior evento de design do mundo

Empresas apostam em 'brasilidade' no Salão do Móvel de Milão (foto: ANSA)
15:09, 08 AbrSÃO PAULO Por Luciana Ribeiro

(ANSA) - Começa nesta terça-feira (9), na Itália, a 58ª edição do Salão Internacional do Móvel de Milão, principal feira de design do mundo e que reúne os mais recentes lançamentos do setor, inclusive de empresas brasileiras.
   

Considerado o evento mais importante da cidade após a Semana de Moda, o Salão do Móvel, que acontecerá até o dia 14 de abril, reunirá arquitetos, designers de interiores, designers de móveis e representantes de companhias do segmento.
   

Nesta edição, por meio do Projeto Brazilian Furniture e com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel), sete marcas brasileiras estarão presentes no pavilhão oficial: Cristais São Marcos, Essenza, Lovato, Salvatore, Ornare, Lazz Interni e Uultis/Herval.
   

Segundo nota da Lovato Móveis, neste "ambiente altamente competitivo" é necessário usar o nome do Brasil como "referência de inovação e altíssima qualidade". "Estamos dando esse passo com a certeza de que estamos prontos para ele", explica Ricardo Lovato, fundador da empresa.
   

A expectativa da marca, que estreia no Salão do Móvel, é aproveitar o evento para "dar um passo maior", depois de já ter exportado seus móveis para a América Latina, e destacar a "brasilidade das peças". "O Balanço Arrebol, da designer Natália Scarpati, teve como inspiração Mar e Sol, poesia de Carlos Rennó popularizada na voz de Gal Costa", acrescenta.
   

A abertura da edição deste ano terá um concerto regido pelo maestro italiano Riccardo Chailly e homenagens a Leonardo Da Vinci, já que 2019 marca os 500 anos de sua morte. Em 2018, o Salão do Móvel recebeu mais de 430 mil visitantes de 188 países, crescimento de 26% em relação a 2017.
   

Programação Paralela -

Durante o Salão, também acontecerão eventos paralelos, como as mostras "Brazil: Essentially Diverse", Euroluce e Workplace 3.0, feira dedicada a móveis para ambientes de trabalho.
   

Expositora da primeira, a Maqmóveis, que fabrica mobiliário escolar, estreará no chamado "fuorisalone" e apresentará a linha de produtos Jataí. Também na "Brazil: Essentially Diverse", seis empresas do setor de iluminação mostrarão um mix de alta tecnologia e materiais brasileiros.
   

Entre as novidades estão uma criação que simula os movimentos dos pássaros; outra que é inspirada na flora nativa; e, ainda, um abajur com sistema que memoriza a intensidade de luz, vencedor de prêmios como Casa Vogue e IF Design Awards 2019. A maioria das peças é inspirada na flora brasileira.
   

A iluminação "made in Brazil" também estará na Euroluce, evento bienal que acontece no âmbito do Salão do Móvel.

Segundo Donato Accordi, diretor da Accord, o objetivo na mostra é "exibir a grandeza, influências, origens e, principalmente, a evolução tecnológica do design brasileiro".

"A empresa participará com seis produtos da linha Fuchsia - pendentes, abajures e colunas de piso -, que foi inspirada na flor símbolo do estado do Rio Grande do Sul: a brinco-de-princesa, descoberta pelo médico e botânico alemão Leonhart Fuchs", explicou à ANSA.
   

Além da linha Fuchsia, a Accord também apostará em produtos com acabamento manual. "Nós queremos não só falar com o público europeu, mas mostrar para o público brasileiro, para os designers, influenciadores, que temos qualidade, para assim começar a exportar para o mercado europeu", finalizou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA