Estilista Kate Spade sofria de depressão, diz irmã

Pedido de divórcio pode ter levado a suicídio

Estilista Kate Spade sofria de depressão, diz irmã
Estilista Kate Spade sofria de depressão, diz irmã (foto: EPA)
19:37, 06 JunNOVA YORK ZLR

(ANSA) - A estilista norte-americana Kate Spade, encontrada morta em seu apartamento, em Nova York, na última terça-feira (5), sofria de depressão, segundo revelou sua irmã, Reta Saffo, ao jornal "New York Post".

De acordo com Saffo, Spade adquiriu o distúrbio após seu marido, Andrew, pedir divórcio, dias antes do suposto suicídio. Para alguns veículos, o bilhete deixado pela estilista antes de morrer também trazia indícios de que ela não queria acabar com seu casamento de 24 anos.

Endereçado a sua filha, Frances Beatrix, a mensagem dizia: "Bea, eu sempre te amei. Não é culpa sua. Pergunte ao seu pai". A nota também reforça a hipótese de suicídio, já que Kate foi encontrada enforcada.

Segundo a irmã, a morte da estilista "não foi uma surpresa", ainda que sua família tenha tentado levá-la a um centro especializado.

Saffo explicou que a fundadora da "Kate Spade New York" se recusara a buscar uma cura "porque isso não condizia com a imagem alegre e despreocupada que criara de si mesma". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA