McGowan pede desculpas a Asia Argento por declarações sobre abuso

Italiana é acusada de abusar sexualmente de um ator de 17 anos

McGowan pede desculpas à Asia Argento por 'caso de abuso' (foto: ANSA)
09:57, 29 SetSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - A atriz Rose McGowan, uma das que denunciaram o produtor de Hollywood Harvey Weinstein, pediu desculpas a Asia Argento por declarações que fez em agosto relacionadas ao suposto abuso sexual cometido pela italiana.
   

Em um comunicado publicado na noite desta quinta-feira (27) no Twitter, McGowan disse que sua declaração anterior continha "fatos que não estavam corretos" e que ela se arrependeu de não se desculpar mais cedo.
   

Segundo a atriz norte-americana, seu comentário "mais sério" foi quando disse que as "mensagens com nus não solicitadas que a Asia recebeu de Jimmy Bennett tinham sido enviadas desde que ele tinha 12 anos".
   

"Na verdade, percebi mal as mensagens que a Asia trocou com o meu parceiro Rain Dove, que deixam claro que o Jimmy tinha enviado mensagens impróprias somente depois de se terem encontrado novamente, quando ele tinha 17 anos", explica.

Na última semana, Argento havia ameaçado processar sua ex-amiga por ela ter falado "mentiras". A italiana, inclusive, deu um prazo de 24 horas para que McGowan pedisse desculpas e afirmou que "instruiria seus advogados para buscar danos substanciais por engano, fraude, coerção e calúnia".
   

Depois do pedido de desculpas, Argento agradeceu a atriz, "após suas alegações infundadas". "Se ela tivesse emitido isso antes, eu poderia ter mantido meu trabalho no X-Factor e evitado as constantes acusações de pedofilia às quais fui submetida na vida real e virtual", ressaltou.
   

"Agora vá, viva a sua vida e pare de ferir outras pessoas. Felicidades", acrescentou.

A italiana é acusada pelo ator norte-americano Jimmy Bennett de tê-lo abusado sexualmente quando ele tinha 17 anos. O caso estourou quando jornal "The New York Times" revelou que Argento teria dado US$380 mil para que Bennett não entrasse com uma ação judicial contra ela. A atriz explicou que seu então companheiro, Anthony Bourdain, que cometeu suicídio em junho deste ano, decidiu pagar a quantia para proteger sua privacidade e evitar o escândalo. No entanto, ela nega as acusações. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA