Carnaval vai virar parada militar, diz Bono Vox sobre Brasil

Vocalista do U2 ironizou Bolsonaro durante show na Irlanda

Carnaval vai virar parada militar,diz Bono Vox sobre Brasil (foto: ANSA)
20:18, 29 OutSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O vocalista da banda de rock irlandesa "U2" e ativista político, Bono Vox, ironizou na noite deste domingo (29) a vitória do presidente eleito, Jair Bolsonaro, e afirmou que o carnaval no Brasil será transformado em uma parada militar.

Durante show em Belfast, na Irlanda, pela atual turnê do U2, "Experience & Innocence", o cantor se fantasiou do demônio "MacPhisto" para fazer algumas críticas à política internacional.
   

Além do ex-deputado federal brasileiro, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o mandatário das Filipinas, Rodrigo Duterte, foram os alvos desta vez.
   

"O que vocês estão olhando, Belfast?Vocês nunca viram um político antes?, questiona Vox na apresentação. "Os demônios de MacPhisto estão tomando o poder ao redor do globo. Meu tipo de pessoa, como Donald, fazendo a América odiar de novo. Meu bonitão filipino, Rodrigo Duterte. Mesmo hoje, nesse dia de eleição. Duzentos milhões de pessoas prestes a ter seu carnaval transformado numa parada militar por um homem chamado Capitão Bossa Nova. Bolsonaro, não esqueçam o nome. Muitos nomes, mas apenas um rosto. O meu", ressaltou.
   

Depois da crítica, Bono Vox apresentou a música Acrobat, do disco Achtung Baby (1991), que traz versos como "Não acredite no que você ouve, não acredite que você vê. Se você fechar os olhos, pode sentir o inimigo." A performance do artista foi gravada pelo público e publicada no YouTube. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA