Kevin Spacey se declara inocente em audiência sobre abuso

Ator apresentou defesa sobre acusações de assédio

Spacey é acusado de assediar jovem em 2016.
Spacey é acusado de assediar jovem em 2016. (foto: EPA)
16:54, 07 JanNANTUCKET ZFD

(ANSA) - O ator norte-americano Kevin Spacey se declarou inocente em audiência realizada nesta segunda-feira (7) na cidade de Nantucket, no estado norte-americano de Massachussets. Pesa sobre o astro da premiada série "House of Cards" uma acusação de abuso sexual a um jovem de 18 anos quando ele ainda era menor de idade, em 2016.

O juiz Thomas Barrett agendou uma nova audiência para o dia 4 de março na qual Spacey não precisa comparecer, mas deve esta disponível para contatos por telefone. O ator deverá permanecer afastado do jovem e de sua família no período.

Os advogados de Spacey conseguiram impedir que o juiz determinasse a quebra do sigilo dos dados do telefone celular de Spacey nos seis meses anteriores ao incidente. O ator e seus advogados não quiseram dar declarações. Se condenado, Spacey pode ter de ficar até cinco anos na prisão.

Vencedor do Oscar com o filme "Beleza Americana", Spacey foi denunciado em novembro de 2017 por uma ex-âncora de TV americana, Heather Unruh, por supostamente ter agredido sexualmente seu filho, o ator Anthony Rapp, durante uma festa em um bar. Quando a acusação veio à tona, Spacey se assumiu pela primeira vez como homossexual e disse que, "caso tenha se comportado como o descrito", pedia "sinceras desculpas" a Rapp. Desde que estourou o escândalo, Spacey foi demitido de "House of Cards" e desapareceu da mídia.

O ator reapareceu no último dia 30, quando um fotógrafo do jornal "Daily Mail" o flagrou em uma mansão de Baltimore. Spacey saiu de casa com uma pizza, que entregou ao fotógrafo pela insistência em retratá-lo, e com um boné com a inscrição "aposentado desde 2017", o que foi interpretado como uma ironia às acusações de assédio. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA