Russos se passam por Greta para enganar príncipe Harry

No telefonema, o marido de Meghan Markle teria criticado Trump

O irmão do príncipe William criticou Trump por sua postura em relação às mudanças climáticas, ao achar que falava com Greta
O irmão do príncipe William criticou Trump por sua postura em relação às mudanças climáticas, ao achar que falava com Greta (foto: Ansa)
15:08, 11 MarLONDRES ZCC

(ANSA) - Dois humoristas russos teriam enganado o príncipe Harry durante um telefonema, no qual fingiram ser a ativista sueca Greta Thunberg e seu pai, Svante, informou o jornal britânico "The Sun".

Segundo a publicação, no trote, Harry teria afirmado que o mundo é comandado por "gente doente" e que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem "sangue nas mãos" por incentivar a produção de carbono.

Conhecidos como "Vovan e Lexus", Vladimir Kuznetsov e Alexey Stolyarov revelaram as conversas, que foram gravadas na véspera do Ano Novo e no dia 22 de janeiro, nesta terça-feira (10) em um vídeo no YouTube. Eles são famosos por enganar políticos e outras personalidades durante telefonemas.

Aparentemente, os dois convenceram o então duque de Sussex de que eram Greta e o pai dela e estariam conversando em "off". No primeiro diálogo, o marido da ex-atriz Meghan Markle comentou sobre o envolvimento de seu tio, o príncipe Andrew, com o esquema de pedofilia com Jeffrey Epstein.

"O que ele [Andrew] fez ou não fez é algo totalmente separado de mim e da minha mulher", disse Harry. "A Meghan e eu trabalhamos de um jeito mais inclusivo, e focamos mais em assuntos de comunidade. E portanto nesse sentido nós somos totalmente separados do resto da minha família", completou.

Ainda de acordo com o "The Sun", na segunda gravação, o irmão do príncipe William criticou Trump por sua postura em relação às mudanças climáticas. "Ele tem sangue nas mãos", disse. Além disso, Harry também teria comentado sua decisão de abrir mão dos privilégios reais.

"Acho que foi a melhor decisão que poderíamos ter tomado, mas fique tranquilo porque ninguém tirou nossos títulos reais por causa disso, não acredite em tudo que lê", Harry declarou. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA