Poluição mata mais de 1,7 milhão de crianças por ano,diz OMS

Falta à água potável e a saneamento básico também causa mortes

Falta de acesso à saneamento básico causa milhares de mortes ao ano
Falta de acesso à saneamento básico causa milhares de mortes ao ano (foto: EPA)
11:22, 06 MarSÃO PAULO ZAR

(ANSA) - Relatórios divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que 1,7 milhão de mortes de crianças ao ano no mundo são causadas por condições ambientais, poluição e pela falta de saneamento básico.

Em um dos relatos, a OMS afirma que boa parte das mortes causadas pela pneumonia, diarreia e malária podem ser evitadas com intervenções no meio ambiente, com o acesso à água potável e a combustíveis atóxicos para cozinhar. As doenças são as que mais matam no mundo há pelo menos cinco anos consecutivos.

Em primeiro lugar no ranking, com 570 mil vítimas, estão as infecções respiratórias causadas pela poluição e pelo fumo passivo. Já a diarreia, que pode ser evitada com melhores condições de higiene e de saneamento, faz 361 mil vítimas ao ano. Além disso, mais de 200 mil mortes são causadas pela malária, que pode ser prevenida com intervenções no meio ambiente. "Um ambiente poluído é letal, especialmente para as crianças", afirma Margaret Chan, diretora geral da OMS. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA