Aranha de 100 milhões de anos é encontrada em Myanmar

Fóssil estava preservado em âmbar e possui 'cauda de escorpião'

Aranhas de 100 milhões de anos são encontradas no Myanmar
Aranhas de 100 milhões de anos são encontradas no Myanmar (foto: Ansa)
21:34, 07 FevSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - Pesquisadores encontraram um fóssil de aracnídeo de 100 milhões de anos de idade com uma "cauda", de acordo com artigo publicado na revista "Nature Ecology and Evolution".

A espécie foi batizada de "Chimerarachne yingi" - que em português seria algo como "aranhas-quimera". A quimera é uma figura mitológica que possui cabeça de leão, corpo de cabra e rabo de serpente. Já o aracnídeo encontrado tem "corpo" de aranha, mas uma "cauda", elemento característico de escorpiões.

O fóssil foi descoberto em Myanmar, preservado em âmbar, e demonstra um avanço nos estudos sobre artrópodes, pois pode significar que as linhagens de "aranhas com caudas" são da Era Paleozoica e sobreviveram pelo menos ao período Cretáceo no Sudeste da Ásia e, possivelmente, até os dias de hoje.

Os estudos foram conduzidos pela Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, sob coordenação do paleontólogo Paul Selden.

Myanmar já se demonstrou um ótimo local para descobertas científicas. No país, já foram encontrados fungos infectados de 100 milhões de anos atrás, além de uma espécie de macaco "com nariz arrebitado". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA