Itália anuncia candidatura para sediar COP26

Conferência ambiental acontecerá de 9 a 20 de novembro de 2020

Protesto contra as mudanças climáticas em Roma, capital da Itália
Protesto contra as mudanças climáticas em Roma, capital da Itália (foto: ANSA)
13:43, 13 DezROMA ZLR

(ANSA) - A Itália anunciou nesta quinta-feira (13) sua candidatura para sediar a Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2020 (COP26).

"É oficial: a Itália se candidatará para hospedar a COP26. Junto com o premier Giuseppe Conte, decidimos formalizar a candidatura", afirmou no Twitter o ministro do Meio Ambiente Sergio Costa, que está em Katowice, na Polônia, para a COP24.

A COP26 está prevista para ocorrer entre os dias 9 e 20 de novembro de 2020 e, assim como a edição deste ano, servirá para discutir a implantação dos termos previstos no Acordo de Paris, assinado na COP21, em 2015.

Costa é um militar do corpo florestal da Arma dos Carabineiros e é ligado ao partido antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S), que governa a Itália em aliança com a ultranacionalista Liga.

As duas legendas têm posturas diferentes em relação a políticas ambientais e protagonizam atualmente uma disputa em torno de um projeto para sobretaxar veículos poluentes: enquanto o M5S é a favor, a Liga é contra.

Recentemente, o Brasil retirou sua candidatura para sediar a COP25, que acontecerá de 11 a 22 de novembro de 2019. O governo alegou "restrições fiscais e orçamentárias" para sair da disputa, em decisão apoiada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, que também já ameaçou sair do Acordo de Paris. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA