Em 18 anos, Amazônia perdeu área maior que estado de SP, diz IBGE

Pesquisa faz parte do estudo 'Contas de Ecossistemas'

Pesquisa faz parte do estudo 'Contas de Ecossistemas'
Pesquisa faz parte do estudo 'Contas de Ecossistemas' (foto: Ansa)
19:41, 24 SetSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira (24) que a Amazônia perdeu uma área equivalente a 270 mil km² entre os anos 200 e 2018, um espaço maior do todo o estado de São Paulo (248 mil km²) para efeito de comparação.

Os dados fazem parte das "Contas de Ecossistemas: Uso da Terra nos Biomas Brasileiros" (2000-2018) e revelam que a maior floresta tropical do mundo viu reduzir 8% de sua cobertura.

A amostra, no entanto, exclui os grandes incêndios registrados na floresta amazônica no ano passado e no Pantanal este ano, já durante o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o estudo, durante o período analisado, a diminuição na vegetação foi a maior entre as coberturas naturais dos biomas brasileiros.

O IBGE também informa que as áreas de pastagem registraram um aumento de 71% - passando de 248,8 mil km², em 2000, para 426,4 mil km², em 2018.

A maior desaceleração ocorreu no Bioma Mata Atlântica que saiu de uma perda de 8.793 km², entre 2000 e 2010, para menos 577 km², entre 2016 e 2018. Apesar disso, a Mata Atlântica, onde há a ocupação mais antiga e intensa, conserva apenas 16,6% de suas áreas naturais. Esse é o menor percentual entre os biomas.

Os biomas Amazônia e Cerrado concentraram os maiores quantitativos absolutos de redução de áreas naturais. A maior perda foi do bioma Amazônia (269,8 mil km²), seguido pelo Cerrado (152,7 mil km²).

As menores quedas de áreas naturais, tanto em termos absolutos (2.109 km²) quanto percentuais (1,6%), foram no Pantanal. Já a maior perda percentual ocorreu no Bioma Pampa, onde 16,8% de sua área natural, de 2000 a 2018, foram convertidos em usos antrópicos - quando há a ação do ser humano em atividades sociais, econômicas e culturais sobre o meio ambiente. (ANSA - Com informações da Agência Brasil) (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA