STF abre ação para investigar Padilha por crime ambiental

Empresa pode ter criado canal de drenagem em área preservada

STF abre ação para investigar Padilha por crime ambiental
STF abre ação para investigar Padilha por crime ambiental (foto: EPA)
19:06, 15 MarSÃO PAULO ZAR

(ANSA) - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski abriu hoje (15) inquérito para investigar o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, pela suposta prática de crime ambiental. O ministro atendeu pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

De acordo com a PGR, a empresa da qual Padilha é sócio teria construído um canal de drenagem em uma área de preservação em Palmares do Sul, no Rio Grande do Sul. Ao STF, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu abertura de inquérito para investigar os fatos, além de autorização para ouvir testemunhas e o ministro sobre o caso.

"Com efeito, à primeira vista, os fatos descritos pelo procurador-geral da República em sua manifestação configuram, em tese, ilícito penal, devendo-se salientar que os autos possuem elementos probatórios aptos a embasar o início das investigações", escreveu Lewandowski em sua decisão.

Procurada pela Agência Brasil, a assessoria de Casa Civil informou que o ministro não vai se manifestar sobre a decisão. Fonte: Agência Brasil (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA