Bruno Araújo deixa Ministério das Cidades

Tucano entregou cargo em meio a rumores sobre trocas no governo

Bruno Araújo deixa Ministério das Cidades
Bruno Araújo deixa Ministério das Cidades (foto: Charles Sholl/Futura Press)
21:22, 13 NovSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O ministro das Cidades, Bruno Araújo, entregou o cargo nesta segunda-feira (13) ao presidente Michel Temer.

Em carta entregue ao peemedebista, Araújo agradece pela confiança durante seu período à frente da pasta, mas não explica o motivo de sua saída. Ele elenca algumas ações do ministério durante sua gestão e encerra com um elogio ao governo Temer.

"Tenho a convicção, Sr. Presidente, que a serenidade da história vai reconhecer no seu governo resultados profundamente positivos para a sociedade brasileira. Receba minha exoneração e meus agradecimentos", finalizou Araújo na carta, cuja autenticidade foi confirmada por sua assessoria.

Araújo é deputado federal pelo PSDB de Pernambuco e assumiu o Ministério em maio do ano passado. Ele participou da criação de programas como o Avançar e o Cartão Reforma. Nesta segunda, Araújo participou de evento relacionado ao Cartão Reforma no Palácio do Planalto e, logo após, entregou o cargo.

A saída de Araújo acontece em meio a rumores no Palácio do Planalto a respeito de uma possível reforma ministerial que poderia envolver a saída de tucanos do governo, depois que o PSDB rachou durante a votação da denúncia contra Temer na Câmara. O presidente, no entanto, nunca falou publicamente sobre a saída de ministros tucanos do primeiro escalão do seu governo. (ANSA)

Fonte: Agência Brasil

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en