PF investiga propina em Belo Monte e mira Delfim Netto

Operação faz parte da 49ª fase da Lava Jato

PF investiga propina em Belo Monte e mira Delfim Netto
PF investiga propina em Belo Monte e mira Delfim Netto (foto: José Lucena/Futura Press)
08:14, 09 MarSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (9) a Operação Buona Fortuna, na 49ª fase da Lava Jato. Estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão nos estados do Paraná e de São Paulo - quatro de busca e apreensão em Curitiba, um de busca e apreensão no Guarujá (SP), um de busca e apreensão em Jundiaí (SP) e três de busca e apreensão em São Paulo.
   

As investigações feitas até agora identificaram práticas semelhantes às de outras fases da Operação Lava Jato, que consistiam no pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos e políticos por parte de consórcio de empreiteiras diretamente interessado nos contratos de construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.
   

Um dos focos da investigação é o ex-ministro Antônio Delfim Netto. Ele é suspeito de receber parte de vantagens indevidas que seriam direcionadas ao PMDB e ao PT. Além disso, o ex-ministro teria atuado na estruturação do consórcio vencedor da licitação de Belo Monte, o Norte Energia.
   

Os mandados judiciais foram expedidos pelo juízo titular da 13ª Vara Federal de Curitiba.
   

Uma entrevista coletiva, com maiores esclarecimentos sobre a operação, será dada às 10h, no auditório da PF na capital paranaense, por representantes da Polícia Federal, do Ministério Público e da Receita Federal. Fonte: Agência Brasil (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA