Fachin rejeita quebra de sigilo telefônico de Temer

No entanto, ministro aceitou pedido para dois ministros

Fachin rejeita quebra de sigilo telefônico de Michel Temer
Fachin rejeita quebra de sigilo telefônico de Michel Temer (foto: ANSA)
17:44, 07 JunSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin rejeitou o pedido da Polícia Federal (PF) para quebrar o sigilo telefônico do presidente da República, Michel Temer.

Por outro lado, Fachin autorizou o procedimento contra os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e de Minas e Energia, Moreira Franco.

Eles são investigados em um processo que apura um repasse de R$ 10 milhões da Odebrecht para o MDB, que teria sido acertado no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-Presidência, em 2014.

O pedido havia sido enviado a Fachin em março, mas foi mantido em sigilo até a última quarta (6).

A rejeição segue o parecer da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que aceitou a quebra de sigilo somente dos ministros, alegando falta de indícios do envolvimento de Temer no caso. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA