Filhos de Bolsonaro são eleitos com votos recordes

Eduardo e Flávio irão para Câmara e Senado Federal

Filhos de Bolsonaro são eleitos com votos recordes
Filhos de Bolsonaro são eleitos com votos recordes (foto: EPA)
14:59, 08 OutSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - Os filhos do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, surfaram na onda de popularidade do pai e conseguiram ser eleitos para o Senado e para a Câmara dos Deputados.

Eduardo Bolsonaro, de 34 anos, tornou-se o deputado federal mais votado da história do Brasil, com 1,8 milhão de votos, superando a marca de 2002 de Enéas Carneiro (Prona), que teve 1,57 milhão.

O outro filho, Flávio Bolsonaro, de 37 anos, que foi deputado estadual quatro vezes pelo Rio de Janeiro, conquistou a primeira vaga para o Senado pelo estado, com 32% dos votos válidos, com mais de 4,2 milhões de votos. Ele chegou perto da marca de senador mais votado da história do Rio, que pertence a Romário, em 2014, com 4,6 milhões. O mandato no Senado é de oito anos.

Os dois filhos de Bolsonaro apoiam as mesmas ideias que o pai, com tendência à extrema-direita. Flavio já defendeu a ditadura militar e foi acusado de homofobia, enquanto Eduardo também se opõe ao casamento gay, ao comunismo e à política de cotas.

Outro filho de Bolsonaro também atua na política, Carlos, de 35 anos, mas não concorreu a nenhum posto nestas eleições. Ele cumpre atualmente um mandato na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro desde 2000, quando foi eleito com apenas 17 anos e se tornou o mais jovem vereador da história do Brasil.

Bolsonaro tem mais dois filhos: Renan, de 19 anos, do seu casamento com Ana Cristina Siqueira Vale, e Laura, de 7 anos, do seu terceiro casamento com Michelle de Paula Firmo Reinaldo.
    (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA