Bolsonaro se reúne com Toffoli e prega união entre Poderes

Presidente eleito disse que "não governará sozinho"

Bolsonaro retorna ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira (8).
Bolsonaro retorna ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira (8). (foto: EPA)
13:10, 07 NovBRASÍLIA ZFD

(ANSA) - O presidente eleito, Jair Bolsonaro, reuniu-se nesta quarta-feira (7) com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, na sede da instituição.

Em pronunciamento após o encontro, Bolsonaro pregou a união entre os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, afirmando que "ninguém governa sozinho" um país como o Brasil. "Não sou eu, nós não podemos errar", disse o futuro presidente.

"Pode ter certeza Vossa Excelência [ministro Dias Toffoli] que muitas vezes antes de tomar iniciativa o procurarei para que a gente possa aperfeiçoar essa ideia e ela, de forma mais harmônica, siga seu curso dentro do parlamento", disse o presidente eleito.

"O Brasil tem desafios enormes a serem vencidos, mas temos potencial para superá-los", afirmou, destacando a necessidade da criação de leis para o combate à violência e à criminalidade. A necessidade de mudanças nas regras da Previdência Social, além da responsabilidade fiscal e tributária foram outros desafios citados pelo presidente.

"Da parte do STF, estamos honrados com sua manifestação, de que manterá o diálogo [com as demais instituições]. Tenho certeza de que este gesto de respeito à Constituição e às instituições renova a democracia", disse o ministro Dias Toffoli.

Durante a visita à Brasília, Bolsonaro ainda se reunirá com o presidente Michel Temer para formalizar o início do processo de transição entre os governos. Nesta quinta-feira (8), Bolsonaro retorna ao Rio de Janeiro, onde ainda se recupera do atentado a faca que sofreu no último dia 6 de setembro. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA