Temer é libertado após passar 6 dias na cadeia

Ex-presidente terá de cumprir medidas cautelares

Michel Temer é acusado de envolvimento em megaesquema de propinas
Michel Temer é acusado de envolvimento em megaesquema de propinas (foto: ANSA)
13:59, 15 MaiSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O ex-presidente Michel Temer, que estava preso desde o dia 9 de maio, foi libertado nesta quarta-feira (15), após habeas corpus concedido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O emedebista cumpria prisão preventiva no Comando de Policiamento de Choque da PM de São Paulo e já havia passado quatro dias na cadeia em março passado. Na última terça (14), por unanimidade, a Sexta Turma do STJ determinou a soltura de Temer, alegando que não havia justificativa para mantê-lo encarcerado.

A decisão também beneficiou seu amigo João Baptista Lima Filho, conhecido como coronel Lima, mas ambos terão de cumprir medidas cautelares, como entregar os passaportes e não sair do país ou mudar de endereço.

Temer é investigado por suspeita de envolvimento em desvios na estatal Eletronuclear. Ao todo, o ex-presidente, que alega inocência, é réu em seis processos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA