Moro irá tirar licença de 5 dias 'por motivos pessoais'

Cargo será ocupado pelo secretário executivo Luiz Pontel

Moro irá tirar licença de 5 dias 'por motivos pessoais'
Moro irá tirar licença de 5 dias 'por motivos pessoais' (foto: ANSA)
14:13, 08 JulSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ficará afastado do cargo entre os dias 15 e 19 de julho "para tratar de assuntos particulares".

A liberação do ex-juiz para viajar com a família foi autorizada por despacho do presidente Jair Bolsonaro publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (8). A previsão é de que Moro retorne ao trabalho no próximo dia 22.

O ministro ainda não pode tirar férias, já que iniciou seu mandato em janeiro, por isso o afastamento diz respeito a uma licença não remunerada prevista em lei, informou a assessoria do ministério da Justiça.

"Por ter começado a trabalhar em janeiro, o ministro não tem ainda direito a gozar férias. Então está tirando uma licença não remunerada, com base na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990", diz o comunicado.

O cargo será ocupado interinamente pelo secretário executivo Luiz Pontel.

De acordo com representantes da pasta, o afastamento já estava sendo planejado desde o início do mandato do ex-juiz federal, e, portanto, não está ligado com o escândalo dos vazamentos de supostas conversas entre Moro e procuradores da Operação Lava Jato no aplicativo Telegram, que foram reveladas pelo site The Intercept. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA