Doria visitará Roma e Milão em julho de 2020

Governador terá intensa agenda internacional no ano que vem

João Doria visitará a Itália entre os dias 3 e 10 de julho
João Doria visitará a Itália entre os dias 3 e 10 de julho (foto: Gabriel Trevisan/ANSA)
17:20, 03 DezSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O governador de São Paulo, João Doria, confirmou nesta terça-feira (3) que visitará a Itália entre os dias 3 e 10 de julho de 2020.

Em entrevista coletiva a correspondentes estrangeiros no Palácio dos Bandeirantes, o tucano disse que passará pelas cidades de Roma, sede da Confederação-Geral da Indústria Italiana (Confindustria), e Milão, capital financeira do país europeu.

"Nós temos uma viagem programada para a Itália de 3 a 10 de julho. A Itália é hoje o sétimo maior investidor em São Paulo - sexto ou sétimo, tem variado um pouco -, mas com a tendência de ampliar seus investimentos em setores de infraestrutura", declarou Doria.

Segundo o governador, o Brasil precisará de aportes em áreas como mobilidade - rodovias, ferrovias, hidrovias, aeroportos - e energia para suportar seu crescimento econômico. "A Itália tem vocação para isso, lembro o caso da Enel, que comprou a Eletropaulo e outras distribuidoras de energia no país", acrescentou.

Doria visitou a Itália duas vezes quando era prefeito de São Paulo: na primeira, em abril de 2017, foi ao Vaticano; na segunda, em outubro do mesmo, passou por Milão e Veneza. Segundo o tucano, o governo estadual deve promover "10 ou 11 missões internacionais" em 2020, incluindo países como Emirados Árabes Unidos, China e Alemanha. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA