AGU entrega exames de coronavírus de Bolsonaro ao STF

Segundo nota oficial, presidente testou negativo para doença

Exames de Bolsonaro foram entregues a Lewandowski no STF
Exames de Bolsonaro foram entregues a Lewandowski no STF (foto: EPA)
07:45, 13 MaiSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - A Advocacia-Geral da União (AGU) informou, através de nota oficial, que entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) os exames que o presidente Jair Bolsonaro fez para testar se havia sido infectado pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Ainda no comunicado oficial, a AGU destacou que "os laudos confirmam que o presidente testou negativo para a doença".

Os resultados foram enviados à instância máxima da Justiça no Brasil na noite desta terça-feira (12) para análise do ministro Ricardo Lewandowski, responsável para julgar o pedido do jornal "O Estado de S. Paulo" de ter acesso aos documentos.

A medida da AGU antecipa uma possível decisão de Lewandowski de obrigar o presidente a publicar os exames e agora cabe ao ministro decidir se eles podem ser divulgados ou não.

O imbróglio envolvendo a divulgação dos resultados dos testes ocorre após o Superior Tribunal de Justiça (STJ), através do desembargador João Otávio de Noronha, desobrigar o governo a apresentar os exames. Por conta disso, o jornal entrou no STF para ter acesso aos documentos.

Em março, Bolsonaro publicou nas suas redes sociais que não havia testado positivo para a doença, mas não apresentou nenhum documento oficial. Por conta disso, o jornal entrou com uma ação na Justiça para ter acesso aos resultados.

Depois de uma decisão em primeira instância, a AGU enviou um laudo informando que os testes deram negativos, mas a publicação recorreu pedindo os testes em si.

Após uma viagem para os Estados Unidos, mais de 20 pessoas que acompanharam o presidente na comitiva testaram positivo para a doença. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA