Exames entregues por Bolsonaro ao STF deram negativo

Presidente relutava em mostrar os resultados dos testes da Covid

Presidente brasileiro foi submetido a três exames de coronavírus
Presidente brasileiro foi submetido a três exames de coronavírus (foto: EPA)
20:05, 13 MaiSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quarta-feira (13) que os exames do novo coronavírus (Sars-CoV-2) feitos pelo presidente Jair Bolsonaro fossem publicados. Os resultados foram negativos para Covid-19.

Após relutar para mostrar os testes, Bolsonaro teve que entregar os exames ao STF como resposta a um processo no qual o jornal "O Estado de S.Paulo" pede acesso ao documento. Antes, o presidente já tinha anunciado os resultados em redes sociais, mas se recusava a mostrar os laudos em si.

"Determino a juntada aos autos eletrônicos de todos os laudos e documentos entregues pela União em meu gabinete, aos quais se dará ampla publicidade", determinou Lewandowski.

Bolsonaro foi submetido a três exames, que tiveram resultado negativo por três vezes. O líder brasileiro, no entanto, utilizou pseudônimos para fazer os testes. São eles: "Airton Guedes" e "Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz".

Apesar disso, ele manteve sua identificação garantida ao informar ao laboratório seus documentos pessoais de forma correta, segundo a imprensa brasileira. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA