Adélio agiu sozinho no ataque contra Bolsonaro, conclui PF

Autor da facada foi preso em flagrante em setembro de 2018

Adélio Bispo de Oliveira foi o autor da facada contra Bolsonaro
Adélio Bispo de Oliveira foi o autor da facada contra Bolsonaro (foto: Reprodução/ Twitter)
18:48, 14 MaiSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - Em segundo inquérito, a Polícia Federal (PF) concluiu que Adélio Bispo de Oliveira agiu sozinho, por iniciativa própria e sem ajuda de terceiros, no ataque contra o presidente Jair Bolsonaro, em Juiz de Fora (MG), em setembro de 2018.

Segundo a investigação, coordenada pelo delegado Rodrigo Morais e encaminhada à Justiça Federal nesta quarta-feira (13), a agressão não foi ordenada por mandantes. Com isso, Adélio é o responsável tanto pelo planejamento quanto pela execução da facada.

No documento, Morais ressalta que foi comprovado que o autor do ataque "atentou contra a vida de um então candidato à Presidência da República, com o claro propósito de tirar-lhe a vida". Foram analisados celulares, documentos, fotos, vídeos, além da quebra de sigilos fiscais, bancários e telefônicos.

O primeiro inquérito foi encerrado em setembro de 2018. Na ocasião, as autoridades já haviam considerado que Adélio não teve ajuda de terceiros.

No dia 6 de setembro de 2018, durante o primeiro turno da corrida pelo Palácio do Planalto, Bolsonaro realizava sua campanha eleitoral em um comício em Juiz de Fora (MG) quando foi atacado a faca por Adélio. Na ocasião, ele foi hospitalizado na Santa Casa de Misericórdia local, onde passou por uma cirurgia. Adélio, por sua vez, que confessou o crime, foi preso em flagrante logo após o incidente. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA