Greve na G. Francesa adia lançamento de satélite brasileiro

Satélite ficará posicionado a 36 mil km da superfície da Terra

19:04, 21 MarSÃO PAULO ZGT
(ANSA) - Foi adiado mais uma vez o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas ao espaço. Inicialmente previsto para esta terça-feira (21), o lançamento tinha sido adiado para amanhã (22), por causa da greve geral que atinge a Guiana Francesa, de onde o equipamento será lançado.
    A Telebras anunciou hoje que a empresa lançadora de satélites Arianespace decidiu adiar novamente o lançamento por causa da continuidade do movimento social.
    "Confirmada a nova data de lançamento pela Arianespace, a Telebras informará a sociedade, seus acionistas e o mercado", informou a Telebras, em nota.
    Este será o primeiro satélite geoestacionário brasileiro de uso civil e militar. Adquirido pela Telebras, o equipamento será utilizado para comunicações estratégicas do governo e para ampliar a oferta de banda larga no país, especialmente em áreas remotas. O satélite será lançado do Centro Espacial de Kourou, na Guiana, e ficará posicionado a 36 mil quilômetros da superfície da Terra, cobrindo todo o território brasileiro e o Oceano Atlântico. Fonte: Agência Brasil (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en