Lançadores italianos se consagram no mercado aeroespacial

Equipamentos da Avio estarão nos projetos futuros do "Vega"

14:19, 22 JunSÃO PAULO ZBF

(ANSA) - A Itália se prepara para fazer história no espaço. Os lançadores da Avio, expostos no Salão Aeroespacial de Paris-Le Bourget, colocarão em órbita os sucessores do foguete Vega, da Agência Espacial Europeia (ESA).

O primeiro voo está previsto para 2019, com o "Vega C". Mas a Avio também fornecerá os lançadores para o "Vega Evolution" (Vega E) e o "Vega Light", e os visitantes da feira do setor mais tradicional no mundo já podem conferir os equipamentos do futuro.
   

"O Vega E é uma simplificação maior do Vega C e o seu primeiro voo deve ocorrer em 2024", disse o CEO da Avio, Giulio Ranzo.

 "Ele terá uma capacidade de carga de três toneladas, contra a de 2,3 toneladas do Vega C, além de ser muito flexível, capaz de lançar pequenos satélites em órbitas diversas", afirmou. Já o Vega Light, que está em fases de estudo e desenvolvimento, pretende ser "um mini lançador de satélite de 300 a 350kg.

"Será um desenvolvimento que atende a demanda do mercado", explicou.
    (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA