No Dia da Internet Segura, veja dicas para se proteger na web

Até o papa Francisco publicou mensagem sobre a data

No Dia da Internet Segura, veja dicas para se proteger na web
No Dia da Internet Segura, veja dicas para se proteger na web (foto: Ansa)
11:37, 06 FevROMA ZGT

(ANSA) - No Dia da Internet Segura, celebrado neste 6 de fevereiro, as gigantes de tecnologia publicaram uma série de dicas para que internautas de todo o mundo se protejam ao navegar pela web.

O Google lançou um guia, dividido em quatro categorias, com as principais instruções para evitar invasões de sistemas e a proteção de dispositivos.

Entre as mais importantes, estão a criação de senhas "eficazes", que não usem informações óbvias do usuário ou combinações simples, usar senhas diferentes para o acessos em diversas contas, usar sempre que possível a verificação de segurança em dois níveis, e manter sempre os dispositivos atualizados.

Outra dica é evitar instalar aplicativos que possam ser danosos aos telefones e tablets, bem como manter a vigilância alta para não entrar em sites falsos ou clicar em links de origem duvidosas.

Já a Microsoft divulgou os dados de uma pesquisa sobre segurança na internet realizada em 23 países e mostrou também que os fenômenos considerados recentes, como o cyberbullying e os discursos de ódio se proliferaram pelo mundo.

O destaque também vai para o risco de fraudes online e os chamados "comportamentos invasivos", como os ataques à dignidade das pessoas ou crimes de ódio e sexuais.

Já no Brasil, os maiores riscos apontados pela pesquisa da Microsoft são, respectivamente, por contatos não solicitados, solicitações de cunho sexual, fraudes e itens falsos.

A sul-coreana Samsung lançou uma campanha de sensibilização para o uso correto e seguro da internet tanto em computadores como em smartphones.

As dicas também seguem a linha do Google, de atualizar sistemas e manter antivírus sempre em dia, e tenta alertar os mais jovens para não compartilhar informações íntimas, que possam ser usadas para chantagens emocionais.

Até mesmo o papa Francisco entrou na campanha pelo dia, pedindo a proteção dos menores de idades nas redes.

"Todos somos chamados a nos comprometermos  a proteger os menores no mundo digital", escreveu o Pontífice em sua conta no Twitter. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA