UE imporá nova multa recorde de 4,3 bilhões ao Google

Desta vez, multa seria por abuso de posição dominante do Android

UE imporá nova multa recorde de 4,3 bilhões ao Google (foto: Ansa)
08:05, 18 JulBRUXELAS ZBF

(ANSA) - A Comissão Europeia imporá uma nova multa recorde de 4,3 bilhões de euros ao Google por ter abusado da posição dominante do seu sistema operacional Android, informou a imprensa belga nesta quarta-feira (18). No ano passado, a União Europeia já tinha cobrado uma multa ao Google de 2,4 bilhões de euros por ter favorecido seu serviço de comparação de preços, o Google Shopping, a outros competidores.

A comissária europeia para a concorrência, Margrethe Vestager, deve anunciar a nova penalidade em uma coletiva de imprensa prevista para às 13h de Bruxelas. O caso do Android estava na mira da UE desde 2015. Em 2016, após um ano de investigações, o Google foi acusado formalmente de ter obrigado alguns produtores de smartphone, como a Samsung e a Huawei, de pré-instalar o Google Search e deixá-lo como aplicativo de busca pré-definido ou exclusivo.

De acordo com a UE, o Google teria também oferecido incentivos financeiros aos produtores e operadores de redes mobile para a instalação do Google Search. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA