Inteligência artificial potencializa câmeras de segurança

Solução será apresentada na feira internacional Exposec, em SP

InovaMind e TecVoz vão lançar solução de inteligência artificial
InovaMind e TecVoz vão lançar solução de inteligência artificial (foto: Divulgação)
19:09, 17 MaiSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - Em meio ao crescente uso das novas tecnologias no setor de segurança, duas empresas brasileiras lançarão na próxima semana um sistema de câmeras que usa inteligência artificial para reconhecimento facial e corporal em tempo real.

A solução, chamada "Video Analytics", é fruto de uma parceria entre a startup de inteligência artificial InovaMind e a companhia de segurança digital TecVoz e será apresentada durante a feira internacional Exposec, organizada pela Cipa Fiera Milano e que acontece de 21 a 23 de maio, em São Paulo.

As duas empresas desenvolveram uma tecnologia inédita no mercado brasileiro e que utiliza os vídeos captados pelas câmeras de segurança para analisar rostos e corpos, identificar pessoas perigosas e movimentos suspeitos e gerar inteligência sobre todo o material.

Até então, para usar uma solução desse tipo era preciso importá-la, o que acabava acarretando em custos elevados. "Era uma tecnologia muito cara e que dependia de servidores e modelos de inteligência artificial muito custosos. Agora a gente montou um algoritmo que consegue identificar não só a face, mas também o corpo", diz, em entrevista à ANSA, o CEO e fundador da InovaMind, Jung Park.

Segundo ele, o sistema é capaz de mapear mais de 2 mil pontos do rosto humano e pode ser usado em inúmeras aplicações, como para entrar em um condomínio, fazer controle de ponto e administrar o acesso a uma residência.

"Ele vai te alertar que horas a empregada chegou na sua casa ou se alguma pessoa que não era para estar ali entrou na sua residência", acrescenta. O Video Analytics consegue identificar pessoas, reconhecer corpos para detectar presença, diferenciar homens de mulheres e distinguir funcionários de clientes.

De acordo com a InovaMind, a assertividade no reconhecimento facial é superior a 99%. "Outra coisa interessante é que a solução abre muitas possibilidades. Quando você tem o controle remoto [da garagem, por exemplo], alguém pode estar com você, mas ela consegue mapear se tem uma, duas, três pessoas. Se tiver alguém não cadastrado, não vai abrir a porta ou vai disparar um alarme", explica Park.

Na parceria, a InovaMind entra com a tecnologia, desenvolvida ao longo de um ano, e a TecVoz, com as câmeras. "Neste ano queremos atingir pelo menos 100 mil câmeras com essa tecnologia embarcada", diz o CEO da startup, ressaltando que alguns projetos podem demandar até 2 mil câmeras.

Os principais focos da empresa serão o mercado de segurança e o mapeamento de fluxo de pessoas, como em shoppings e estações de metrô, por exemplo. "É uma tendência mundial o uso da tecnologia na segurança. Até o ministro da Justiça [Sérgio Moro] disse que quer enfatizar o uso de tecnologia na segurança, então existe um alinhamento de vontades entre o setor privado e o público", afirma Park. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA