Beijo não tinha 'nenhuma intenção', dizem atletas

As atletas russas desmentiram que beijo seria contra lei antigay

Atletas russas
Atletas russas (foto: ANSA)
13:37, 19 AgoMOSCOU EBA

(ANSA) - As duas atletas russas que se beijaram na boca em cima do pódio após receberem a medalha de ouro no Mundial de atletismo de Moscou, desmentiram à Ansa que o gesto foi um protesto contra a lei antigay russa.
    "Todas estas histórias foram aumentadas pela imprensa ocidental, e não correspondem à verdade", informou a porta-voz da Federação russa de Atletismo, Alla Glushenko em nome de Tatyana Firova e Kseniya Ryzhova que venceram o ouro na prova de revezamento 4 x 400.
    "O beijo foi apenas uma expressão de felicidade pela vitória e nada mais, não existia nenhuma intenção", acrescentou ela.
    O beijo das duas atletas tinha sido interpretado por alguns jornais ocidentais como uma provocação contra a lei russa que proíbe a propaganda homossexual diante de menores.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en