Filme mostra ligação do governo e da Máfia em Veneza

Diretora Sabina Guzzanti reuniu em obra centenas de provas

A diretora do filme, Sabina Guzzanti
A diretora do filme, Sabina Guzzanti (foto: ANSA)
20:53, 03 SetVENEZA

(ANSA) - Foi apresentado hoje, dia 3, em mostra fora do concurso oficial do Festival de Cinema de Veneza, o polêmico filme "La Trattativa", de Sabina Guzzanti, sobre um suposto acordo entre o Estado e a Máfia.

    Guzzanti disse que "os dados foram obtidos por meio de investigação judicial e são incontestáveis".

    "Nem mesmo o presidente da República Italiana, Giorgio Napolitano, pode discutir com o meu filme porque cada uma de suas palavras e ações sobre o caso foram revisadas, não uma ou dez vezes, mas 1.678 vezes", disse a atriz e diretora, grande adepta do cinema de testemunho e de filmes de denúncia.

    Ainda de acordo com ela, é muito grave que a Presidência tenha intervindo em favor de um dos investigados, Nicola Mancino, o ministro do Interior na época dos crimes em questão, "mas existem provas irrefutáveis de sua conduta". (ANSA)

Veja trailer:

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA