Bandeira do Brasil custa R$ 50 em protesto na Paulista

Protesto desta quinta estava cheia de vendedores e ambulantes

Protesto em São Paulo conta com grande número de ambulantes (foto: Ansa)
17:55, 17 MarSÃO PAULO ZAR

(ANSA) - Manifestantes contra governo tomaram um parte da Avenida Paulista, em São Paulo, na tarde desta quinta-feira (17), para protestar principalmente pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff e pela retirada do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva do ministério da Casa Civil.

 

Entre a multidão, formada por pessoas majoritariamente vestidas de verde, amarelo ou preto, vendedores e ambulantes tentavam abir espaço enquanto anunciavam os mais variados produtos.

 

Uma parte da ciclovia, a apenas alguns metros da Fiesp, se transformou em um varal com uma grande variedade de modelos de camisetas, chapéus e bandeiras do Brasil. E os preços iam às alturas: os bonés custavam RS$ 35, enquanto as camisas ficavam entre R$ 40 e R$ 45 e as bandeiras chegavam aos R$ 50.

 

No entanto, o que mais estava vendendo eram os "pixulecos", os famosos bonecos infláveis do Lula vestido de presidiário. De acordo com um dos vendedores, estes artigos esgotaram em poucos minutos.

 

Já no meio das pessoas e de seus cartazes, ambulantes passavam fazendo descontos de suas mercadorias, como santinhos, tiaras, colares havaianos, cornetas, vuvuzelas e apitos, que aliás custavam R$ 3 cada.

 

Carrinhos cheios de bebidas, como água, refrigerantes, cerveja e até catuaba, também dividiam espaço com isopores de chocolates e salgadinhos e com pessoas que faziam pinturas do rosto de outros manifestantes. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA