Estampas animais e coloridas marcam Semana de Moda de Milão

As grifes também inspiraram seus looks em elementos italianos

Desfile da Dolce&Gabbana foi inspirado em Portofino e Capri (foto: ANSA)
21:19, 26 SetSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - A Semana de Moda de Milão chegou ao fim nesta terça-feira (26), e a temporada de desfiles na Itália mostrou que as marcas resolveram apostar em estampas "animais" e coloridas, além de seguir a referência do estilo italiano em suas coleções.

Tirando a Prada, que colocou na passarela looks inspirados no movimento feminista e com estampas de heroínas em quadrinhos de gibi, as outras marcas italianas, como Versace, Dolce&Gabbana, Giorgio Armani, Bottega Veneta e Tod's, fizeram referências a seu país.

A Tod's, que é uma das grifes de maior expressão do luxo italiano, foi um dos exemplos mais concretos do quanto a península influenciou os desfiles. Seus looks tiveram estampas inspiradas nas paisagens do sul do país, com sua cartela de cores exibindo uma mistura de praia azul, pôr do sol alaranjado e outras referências litorâneas.

A Dolce&Gabbana também seguiu os moldes italianos, com alguns looks inspirados nas culturas locais da cidade de Portofino e da ilha de Capri. A marca colocou em suas roupas muitas flores - principalmente rosas -, bules de café, peixes e hortaliças. As cartas de baralho também estiveram presentes em muitas peças da D&G.

Estampas animais

Leopardo, onça, vaca e cobra foram alguns dos animais que estamparam diversas peças das grifes que desfilaram em Milão. Os desenhos de bichos ainda devem prosseguir como tendência para a Semana de Moda de Paris.

Prada, Fendi, Bottega Veneta, Salvatore Ferragamo, Versace, Tod's. Todas elas pegaram representações de animais e não economizaram, estampando vestidos, golas, bolsas e sapatos.

A grife Prada, além do desfile com um teor militante, deixou uma brecha para os looks inspirados em bichos e apresentou peças com estampas de onça, cobra, zebra e tigre. A Tod's apostou em bolsas com peles de cobra píton, enquanto a Bottega Veneta se inspirou nos leopardos da Floresta Amazônica.

Já Gianni Versace colocou em contraste estampas de onças com outras de crocodilo em jaquetas, vestidos e calças legging. Com o fim dos desfiles em Milão, a Itália sai de cena, e quem ganha espaço é a França, onde começou nesta terça a Semana de Moda de Paris. As marcas Dior e Saint Laurent são algumas das mais esperadas no evento. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA