Em meio a escândalo, Netflix define fim de 'House of Cards'

Kevin Spacey, protagonista da série, é acusado de assédio sexual

Ator Kevin Spacey é protagonista e produtor de
Ator Kevin Spacey é protagonista e produtor de "House of Cards" (foto: Ansa)
20:23, 30 OutSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - A série "House of Cards", um dos maiores sucessos do serviço de streaming Netflix, só terá mais uma temporada. A informação é do site norte-americano "TV Line" e chega em meio ao escândalo de assédio sexual envolvendo o principal astro da atração, o ator Kevin Spacey.

Segundo o portal, a Netflix decidiu encerrar "House of Cards" após sua sexta temporada, que está prevista para 2018. No fim do quinto ano da série, o personagem de Spacey, o presidente Frank Underwood, entrega o poder para sua esposa, Claire.

Ainda de acordo com o "TV Line", a decisão de colocar um ponto final na série foi tomada "meses atrás" e não tem relação com o escândalo envolvendo Spacey, acusado pelo ator Anthony Rapp de assédio sexual.

No último domingo (29), Rapp contou que o astro tentara seduzi-lo em 1986, quando ele tinha 14 anos. Spacey disse não se lembrar do episódio, mas pediu desculpas por um "comportamento bêbado e profundamente inapropriado". A Netflix ainda não se pronunciou oficialmente sobre o cancelamento. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA