Machismo falado: Confira termos sexistas em vários idiomas

Nesta sexta-feira, é celebrado o Dia Internacional das Mulheres

Protesto em Milão pelo Dia Internacional das Mulheres
Protesto em Milão pelo Dia Internacional das Mulheres (foto: ANSA)
11:37, 08 MarROMA ZBF

(ANSA) - O Dia Internacional da Mulher, celebrado todo 8 de março, é uma data de luta contra a violência e a disparidade de gênero. No entanto, às vezes, o sexismo e o machismo estão tão enraizados na cultura e na sociedade que passam despercebidos dentro dos idiomas e das linguagens. O aplicativo Babbel fez uma pesquisa e selecionou termos em vários idiomas que retratam o patriarcado e o machismo.

Confira:

1) Histeria

Na Grécia Antiga, o médico Hipócrates defendia uma teoria de que o útero (Hystéra, no grego antigo) era o causador de irritações, ansiedade e palpitações. O tratamento para a "histeria" era o casamento. Hoje em dia, o termo existe em vários idiomas e serve como insulto em situações de crise nervosa.

2) Zitella - Italiano

"Zitella", em italiano, é uma palavra usada para julgar a vida sexual de uma mulher, principalmente solteiras em idade adulta.

No português, corresponde ao termo "solteirona".

3) Gars/Garce - Francês

O idioma francês tem a mesma palavra com dois significados, dependendo do gênero. Gars se refere a um "garoto jovem", enquanto "garce", no feminino, significa "mulher fácil, promíscua".

4) Schlampe/Schlamper - Alemão

Na versão feminina, schlampe tem a conotação pejorativa de "cadela" e "vagabunda". No masculino, schlamper significa "desordenado".

5) Mulher de malandro - Português

A expressão é usada para definir uma mulher que, sendo submetida a sofrimento físico ou psicológico por uma ou mais vezes, se mantém junto ou se relacionando com a pessoa agressora.

6) Mansplaining - Inglês

O termo é uma junção de "man" e "explaining" e se refere ao comportamento masculino de sempre explicar os fatos e as situações para as mulheres, acreditando que elas não conseguiram entender sozinhas.

7) Manterrupting - Inglês

Também formada pela junção de "man" e "interrupting", a palavra se refere às interrupções masculinas quando uma mulher está falando, impedindo-a de concluir o discurso.

8) Bropriating - Inglês

Brother + appropriating é a origem do termo, usado quando um homem se apropria da ideia de uma colega ou mulher, agindo como se fosse o autor e levando todo o mérito.
(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en