Tumba com mais de 30 múmias é descoberta no Egito

Jazigo foi achado por uma missão ítalo-egípcia

Múmias de mãe e filho em jazigo em Assuan (foto: Divulgação)
15:56, 23 AbrMILÃO ZLR

(ANSA) - Arqueólogos descobriram em Assuan, no Egito, uma tumba que conserva 35 múmias, além de sarcófagos, ânforas, vasos e materiais para máscaras funerárias.

As escavações foram conduzidas por uma missão ítalo-egípcia a cargo da Universidade dos Estudos de Milão e do Ministério da Antiguidade do país africano.

A tumba, situada na margem ocidental do Nilo, apresenta uma sala funerária principal e outra lateral: a primeira conta com 30 múmias bem conservadas, incluindo de crianças, enquanto outras quatro foram achadas na segunda, acompanhadas de vasos que continham restos de comida, fundamentais para a "viagem" dos mortos na tradição egípcia.

Outra múmia une os corpos de uma mãe e seu filho, ainda cobertos por uma espécie de máscara funerária feita com papiro.

"Foi uma surpresa extraordinária, que descobrimos escavando em um lugar belíssimo na margem ocidental de Assuan", disse à ANSA Patrizia Piacentini, professora de Culturas do Oriente Próximo Antigo, do Oriente Médio e da África na Universidade de Milão.

Segundo a especialista, a tumba faz parte de uma imensa necrópole com mais de 300 outros jazigos, que "ainda são desconhecidos e exigirão muitos anos de estudo". "Provavelmente era a tumba de uma família de classe média-alta, usada do século 4 a.C. ao período romano, no século 4 d.C.", afirmou Piacentini.

Uma nova missão será realizada em novembro para examinar as múmias e escavar outros jazigos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA