Volkswagen suspende venda de 1,3 mil veículos

Carros podem ter software usado para fraudar testes ambientais

Massimo Nordio, CEO da Volks na Itália, participou de audiência no Senado
Massimo Nordio, CEO da Volks na Itália, participou de audiência no Senado (foto: ANSA)
15:31, 14 OutROMA ZLR

(ANSA) - A Volkswagen suspendeu preventivamente a venda de 1,3 mil veículos na Itália devido às suspeitas de que eles também possam ter o software usado para fraudar testes ambientais nos Estados Unidos e na Europa.
    Todos os carros em questão possuem motores a diesel e pertencem às cinco marcas do grupo alemão no país: Volkswagen, Volkswagen Veículos Comerciais, Audi, Seat e Skoda. Em audiência na Comissão de Meio Ambiente e Indústria do Senado, o CEO da Volks na Itália, Massimo Nordio, disse que o objetivo é "esclarecer" a situação desses automóveis.
    Ele também confirmou que cerca de 640 mil veículos atualmente em circulação no país fraudaram testes de emissões de poluentes. Todos eles devem passar por um recall a partir do ano que vem. "Estamos trabalhando com a matriz para reconquistar a confiança dos clientes, parceiros e investidores, que é nosso ativo mais precioso", acrescentou Nordio. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA