Após eleição de Trump, Ford desiste de fábrica no México

Montadora decidiu investir em fábrica nos arredores de Detroit

Donald Trump promete adotar uma postura protecionista na Casa Branca
Donald Trump promete adotar uma postura protecionista na Casa Branca (foto: AP)
16:41, 03 JanWASHINGTON ZLR

(ANSA) - A montadora norte-americana Ford cancelou a construção de uma fábrica de US$ 1,6 bilhão no México e decidiu investir parte desse dinheiro, US$ 700 milhões, na ampliação de sua planta em Flat Rock, norte dos Estados Unidos.

A cidade fica nos arredores de Detroit, metrópole que vem sofrendo nos últimos anos por conta da fuga da indústria automobilística para outros países. A fábrica mexicana ficaria em San Luis Potosí, no centro da nação latina.

O anúncio foi feito poucas horas depois de o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, ter ameaçado aumentar os impostos sobre os carros produzidos pela GM no México. Segundo a emissora "Fox News", o CEO da Ford, Mark Fields, disse que as políticas prometidas pelo republicano foram cruciais para a decisão da montadora.

"Nós acreditamos que reformas fiscais e regulatórias são necessárias para impulsionar a competitividade dos EUA", afirmou o executivo, que teve sua declaração publicada por Trump no Twitter. Por outro lado, a NBC alega ter ouvido de fontes da empresa que o presidente eleito não teve nada a ver com a mudança de planos na companhia.

Durante a campanha, Trump adotou um discurso fortemente protecionista, contrariando até a própria tradição republicana de defender o livre mercado, e prometeu aumentar a pressão fiscal sobre produtos importados, forçando as empresas a criarem empregos nos Estados Unidos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA