Poder de compra de famílias italianas cresce no 3º trimestre

Já a pressão fiscal caiu para 40,8%, divulgou Istat

Poder de compra de famílias italianas cresce no 3º trimestre
Poder de compra de famílias italianas cresce no 3º trimestre (foto: ANSA)
08:10, 05 JanROMA ZGT

(ANSA) - O poder de compra das famílias italianas apresentou uma alta de 0,1% no terceiro trimestre de 2016 na comparação com os três meses precedentes, informou o Instituto de Estatísticas Italiano (Istat) nesta quinta-feira (5). Na comparação com o mesmo período de 2015, o crescimento foi ainda maior e atingiu 1,8%.

Com isso, em termos tendenciais, registra-se um aumento de 1,9% na renda disponível das famílias, uma alta de 0,2% na comparação com o segundo trimestre. De acordo com o Istat, ainda houve uma alta de 0,3% no consumo das famílias.

Já a intenção de poupar dinheiro das famílias ficou em 9,3%, com um leve queda (de 0,1%) em relação ao trimestre anterior. Essa pequena mudança, de acordo com a entidade, deriva de um crescimento no consumo final um pouco superior àquela da renda disponível das famílias consumidoras (respectivamente, 0,3% e 0,2%).

 Pressão fiscal e governo

O Istat ainda divulgou que a pressão fiscal nas contas públicas apresentou uma queda no terceiro trimestre, de 0,2% na comparação com o mesmo período de 2015. No entanto, o valor continua alto, em 40,8%.

Já a relação entre déficit e Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre ficou em 2,1%, uma leve piora (-0,1%) em relação aos mesmos três meses de 2015. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA