Amos Genish é mantido como CEO da TIM

Fundo Elliott evitou ruptura após assumir conselho da empresa

Amos Genish é mantido como CEO da TIM
Amos Genish é mantido como CEO da TIM (foto: ANSA)
16:24, 07 MaiMILÃO ZLR

(ANSA) - O israelense Amos Genish foi reconduzido nesta segunda-feira (7) ao cargo de CEO da TIM, maior empresa de telefonia da Itália.

Ex-executivo de GVT e Telefônica no Brasil, Genish está no cargo desde setembro de 2017, por indicação do grupo francês Vivendi, principal acionista da empresa (23,94%), mas recebeu o apoio do novo conselho de administração, agora controlado pelo fundo norte-americano Elliott.

A reunião durou cerca de duas horas e, ao menos por enquanto, confirma a manutenção da atual linha de negócios da TIM. O italiano Fulvio Conti, indicado pela Elliott, foi nomeado presidente da empresa, no lugar de Arnaud De Puyfontaine, ligado à Vivendi.

Por meio de uma nota, o grupo francês expressou "satisfação" pela reeleição de Genish e disse que "vigiará" para que o plano industrial 2018-2020 seja implantado "em sua integridade". A Elliott, que tem cerca de 10% das ações da operadora, elegeu 10 dos 15 membros do conselho na última sexta-feira (4), após ter questionado abertamente a gestão da Vivendi.

O fundo norte-americano foi apoiado pela Cassa Depositi e Prestiti (CDP), dona de 5% da TIM e controlada pelo governo italiano. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA