Enel compra 70% da Eletropaulo e vira líder no Brasil

Oferta de aquisição foi realizada nesta segunda-feira (4)

Enel compra 70% da Eletropaulo e vira líder no Brasil
Enel compra 70% da Eletropaulo e vira líder no Brasil (foto: Divulgação )
17:59, 04 JunSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - A empresa italiana Enel comprou mais de 70% da distribuidora de energia Eletropaulo, em oferta pública de aquisição de ações (OPA) realizada nesta segunda-feira (4), na B3, a bolsa de valores de São Paulo.

O leilão encerra uma disputa de quase três meses com a Neoenergia, da espanhola Iberdrola, na qual estava em jogo a liderança do mercado de distribuição de energia no Brasil.

Em uma OPA, uma determinada empresa apresenta uma proposta por ações de uma companhia listada na bolsa, mas os acionistas não são obrigados a aceitá-la - a conclusão da operação estava condicionada ao fato de que a Enel garantisse o controle da Eletropaulo (mais de 50%).

Durante o leilão, o grupo italiano conseguiu uma fatia de aproximadamente 73% da empresa brasileira, com uma oferta de R$ 45,22 por ação (a da Neoenergia era de R$ 39,53). O custo total da negociação chega a R$ 5,55 bilhões, e a Enel ainda terá de fazer um aumento de capital de R$ 1,5 bilhão.

A proposta dos italianos já havia sido recomendada pelo conselho de administração da Eletropaulo, empresa que colocará a Enel na liderança do mercado de distribuição de energia no Brasil, desbancando a CPFL, da estatal chinesa State Grid of China.

Quase metade das ações da Eletropaulo estava nas mãos de pequenos investidores, mas o braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BndesPar) e o grupo AES também tinham fatias relevantes, de pouco menos de 20% cada um.

Além de líder em produção de energia solar e eólica no Brasil, a Enel passará a ter uma base de 17 milhões de clientes conectados e controlará o fornecimento no principal mercado do país, a região metropolitana de São Paulo. Os italianos também operam a Ampla, no Rio de Janeiro, e a Coelce, no Ceará. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA